Monthly Archives: Abril 2012

Taxis eléctricos em Lisboa

Mais uma vez em Portugal, os carroseléctricos são notícia. Lisboa é a primeira cidade europeia a ter táxis 100% eléctricos. Para já, trata-se ainda de uma experiência, mas o que é certo é que dois Renault Fluence Z.E. vão ser utilizados em condições reais de utilização por um período de dois meses.

Seis cêntimos por km e 3600 € anuais de poupança por viatura é o que a cooperativa que participa nos testes espera poupar. Este teste é feito através de um protocolo assinado com a Câmara Municipal de Lisboa.

Sensivelmente um ano depois da assinatura da carta de intenções, foi oficializado na semana passada o protocolo, entre a CML e a Autocoope, que permite que o Fluence Z.E. esteja disponível para servir a cidade como meio de transporte público ecológico. Para além do factor ambiental, os reduzidos custos de utilização foram decisivos para que a maior cooperativa de táxis de Lisboa quisesse testar, em utilização real, o automóvel 100% eléctrico da Renault, como táxi.

O administrador-delegado da Renault Portugal, José Caro de Sousa é optimista: “Este é mais um importante passo rumo a um novo paradigma de mobilidade. A aposta no Renault Fluence Z.E., como táxi, pode ajudar a quebrar alguns mitos associados ao veículo eléctrico. E, no que diz respeito aos custos de utilização, uma vez que 120 quilómetros efectuados num automóvel eléctrico apenas representam um valor na ordem dos 1,5 € esta é uma solução economicamente interessante. Esta aposta da Autocoope no Renault Fluence Z.E., deverá também permitir validar que, até em termos deautonomia, um automóvel 100% eléctrico pode servir os interesses de uma actividade tão exigente como a do transporte público de passageiros”.

Este tipo de automóveis obriga também a uma condução mais regrada e ecológica por parte dos condutores para gerir melhor a carga da bateria.

O presidente da Autocoope, Carlos Ramos, deixou no ar a expectativa de que sejam encontradas soluções para as dificuldades já conhecidas: tempos de carga do veículo e limitações na autonomia ao nível dos quilómetros que podem percorrer. Caso sejam encontradas as soluções, o dirigente assume a intenção de mudar a “tradicional frota a gasóleo” para viaturas eléctricas.

Fonte: http://www.veiculoselectricospt.com/taxis-electricos-em-lisboa/

Anúncios